Articulação para prevenção/ação com o uso indevido de drogas

Este projeto se estrutura a partir da demanda de moradoras do território indignadas com a realidade do abuso e da naturalização do uso de drogas e das consequências de moradores de rua dependentes químicos. A partir desta questão, acontecem, desde 2012, articulações em reuniões mensais que vão para além do Banco Comunitário: participam o Centro de Assistência Social (CRAS), a Unidade de Saúde da Família, a UFSCar através do Núcleo de Economia Solidária, do departamento de Terapia Ocupacional e do Projeto de Extensão de Saúde Mental (PROEXT), a Secretaria de Infância e Juventude, a Secretaria de Saúde e a Recid (Rede de Educação Cidadã).

A equipe está em constante processo de elaborar ações de prevenção e intervenção com relação ao uso de drogas. Temos como estratégia de prevenção atividades culturais e pedagógicas com crianças estudantes da escola municipal Janete Lia e, de intervenção, um processo formativo com a comunidade e os familiares enquanto multiplicadores de práticas e ferramentas para acolherem e ajudarem os dependentes químicos.

 

 

 

Outras ações da linha de articulação e mobilização comunitária:

 

Quem somosLinhas de crédito | Notícias | Contato | Página inicial